A minha foto
transparente, verdadeira & simples! foto da minha autoria;

29 de agosto de 2011


Mais uma vez, quis procurar-te. Mas algo parou me por breves segundos, e consegui voltar para trás. (Era mais um erro da minha parte, ao ponto de te procurar e querer-te nos meus braços). E mais uma vez, fechei os meus olhos e deixei que a minha mente me leva-se à minha "história de terror". (Ao meu passado!) Leva-me sempre aos mesmos sítios. Leva-me sempre às mesmas memórias. (Como o pouco de bom que ali tive, nunca estivesse existido). O sítio é sempre o mesmo; negro, frio, abandonado, fechado, húmido, e no meio do nada! As memórias, também são sempre a mesma coisa; os capítulos, os meses, o tempo... horrível! Mas não me posso esquecer do"principal" desta história! E estou a falar de ti! Todos os dias, a mesma rotina; frio, bruto, mal-humorado, mal disposto, arrogante, cruel... (Todos os defeitos e nomes feios que possam existir e descrevam-te correctamente!) O interessante nisto é, que nunca mudavas de personagem. Sempre a mesma; um monstro autêntico! (Só te faltava mesmo seres todo musculado, todo peludo, com umas garras bem afiadas, uns dentes enormes, e por fim, teres um rosnar incrível!) Por ultimo, sempre com a mesma tarefa; mal trato, desprezo... Passamos à minha vez! O meu papel para contigo, também foi sempre o mesmo; desculpar-te de tudo, fingir que não estava magoada, demonstrar-te sempre um sorriso, e acreditar que estavas em más fases da vida, e que por final, precisavas de mim! (Presta bem atenção!) Estive oito meses, e mais cinco meses, a teu lado a fazer o quê? (Quando, nunca se passou nada!) Dar tudo, tudo, à tua pessoa? Dedicar-me, dedicar a minha vida a 100%, à tua pessoa? À tua personagem! Para quê? Para no final chegar à conclusão que tudo foi uma perda de tempo? Que tudo não passou de uma diversão? Que não passei de algo que "usas-te" para poderes te segurar? Para poderes te tornar "popular"? Para teres aquilo que nunca te deram, (amor/carinho/atenção)? Achas-te que era "bonita de usar", portanto? Consegues imaginar o tempo que perdi contigo? Os segundos que gastei contigo? As oportunidades que passaram ao meu lado e fui perdendo-as, por causa de ti? Calculas só (por uns breves segundos), as dores que tive? As feridas que me fizeste? Agora, voltamos atrás de novo. Lembra-te de tudo aquilo que me chamas-te, tudo aquilo que adivinhavas na minha vida futura, basicamente, todas aquelas mensagens horríveis que me mandavas! Hoje, podia manda-las para ti. Passo a explicar; todos os nomes horríveis que me chamas-te, hoje passaram a descrever-te! Tudo aquilo que te avisei, (para teres cuidados, e confiares nas minhas palavras), passou a ser tudo realidade! Tudo aquilo que eu desenhei sobre a tua vida no futuro, aconteceu! (Como tivesse desenhado numa folha de papel uma banda desenhada sobre a tua vida, e ela tivesse ganhado vida nesse preciso momento!) Passei a dedicar-me no blog, aos textos que escrevia sobre as minhas dores. (Ou seja, tudo aquilo que crias-te!) E tu, nem tiveste a coragem de perder uns minutos a ler... Porque será? Ah! Já sei! Nunca conseguis-te ouvir verdades. Nunca conseguis-te encara-las! Sempre foste tão cobarde! Sabias bem, esconder-te por de trás de um ecrã, (tanto do telemóvel, como do PC), e falar muito! E quando te encarava? Quando obrigava-te a estares frente-a-frente, olhos-nos-olhos? Ai, as tuas pernas tremiam até dizer "basta", não é verdade? Como as tuas ideias, os teus pensamentos, mudavam completamente... E tão radicalmente! Mas tu, amaste-me, ou odiaste-me? Sabias o que queria. Sabias o que desejava. Mesmo depois de tudo, mesmo depois de tudo aquilo que me criavas, me fazias, sabias o que queria! E tu? O quê que fizeste? Fingis-te que não sabias de nada! Lutei para quê? Para quê?! Para reparar no fraco que és! O insensível que és! Para reparar que não vales nada! Que não mereceres nada! Pois, muito bem... As tuas atitudes daqueles tempos, foram atitudes de um ser: sem coração! (Mas isso tu já deves saber que não tens disso). Descobri que só tens tamanho e garganta. Que não passas de um fraco! De um cobarde! Que vive nas dúvidas, no medo, e dependente dos outros. (Nunca soubeste seres tu próprio!) Para não falar que cais em todos os buracos que pelo caminho encontras! Para acabar; lembras-te quando te disse: "vais-te arrepender de tudo. Um dia mais tarde, (quando for mesmo tarde), vais-me procurar e querer-me de volta. E ai, vais dar valor ao que realmente tiveste, e não quiseste!", lembras-te? Pois bem... Sempre aconteceu o que dizia, não é verdade? Nunca me enganei, pois não? Ora ai tens as provas todas que tu quiseres descobrir por ti! Eu sei que já tinha acabado com a escrita sobre ti. Mas ultimamente, quando te vejo, sinto as cicatrizes das tuas feridas, a darem-se por si! A causarem-me dores e mais dores! E já chega disso. Sabes porquê? Porque, eu agora tenho uma "vida"! Tenho um "presente"! Sobretudo, tenho felicidade! (Coisa que nunca soubeste dar!) E não quero sentir mais estes alertas! Resolvi então, dedicar o meu dia a ti. Inspirar-me em toda a nossa história. Descrever tudo aquilo que precisava de deitar cá para fora! E assim o fiz! E agora? Agora não sinto nada. Mas amanha vou acordar como nova! E quando der caras contigo, vou sentir aquela sensação, como nunca te tivesse conhecido! Ultima coisa: eu já te esqueci. Eu já te apaguei de mim. Já te ultrapassei! Apenas ainda tenho cicatrizes das tuas feridas.

p.s.:- Hoje guardei, (para sempre), o caderno preto, (horrível), que me deste para descrever/desenhar, tudo aquilo que sentia! Já não faz sentido dar-lhe vida quando hoje estou tão, mas tão feliz!

6 comentários:

Lara Carrasco disse...

http://twitter.com/#!/larascarrasco Este é o meu twitter :)

Lara Carrasco disse...

Nãoooo! É super fixe! Eu ainda estou no inicio não tenho seguidores nenhuns nem nada para partilhar mas eu adoro pq aquilo da pra ver as coisas de toda a gente dos famosos e isso

Lara Carrasco disse...

Sim eu gosto ;)

Lara Carrasco disse...

oh eu tenho facebook twitter e tumblr e nnc deixei isto

Lara Carrasco disse...

para quê querida?

Lara Carrasco disse...

Desculpa mas eu tambem ja nao sei. o codigo mudou ja nao sei tb por no meu sequer